Estrela

Falta de água e consertos preocupam

Moradores relatam descaso da Corsan com o frequente desabastecimento e com obras de reparos em via pública

11/01/2019 - Estrela

A falta de água continua afetando a qualidade de vida dos moradores do Bairro Imigrantes, em Estrela. No início de 2018, o Jornal Nova Geração noticiou a situação e ouviu a Corsan, responsável pelo abastecimento, que disse ter resolvido o problema momentâneo de desabastecimento, causado pelo excesso de consumo. Um ano depois, a reportagem voltou ao local e novamente foi informada de que a situação se repete, além do descaso com as obras para conserto de canos.

O homeopata Gustavo Scherer, de 61 anos, mora há 40 no bairro. Desde então, ele afirma que a falta de água é um acontecimento comum. “Aconteceu menos no ano passado, mas chegou o Natal e o Ano Novo e faltou, por quê? Os canos estão sempre estourando, esse retrabalho não se explica. Tenho caixa própria, mas não dá para tomar banho, porque não tem pressão. E ainda precisa cuidar, pois precisamos para a cozinha, por exemplo”, enfatiza.

Quando falta água, o morador afirma que entra em contato com a Corsan, mas que o motivo que apresentam como justificativa, na maioria das vezes, é de “problema técnico”. “Muitas vezes ficávamos sem água três ou quatro dias. Hoje meus filhos são maiores, mas meus netos ficam aqui em casa, a caixa é o que salva a gente nesses momentos”, explica.

Obras x transtorno

Na Rua Coronel Menna Barreto, uma elevação resultante de uma obra na via do Bairro Imigrantes causa indignação dos moradores. “A Corsan realizou o conserto dos canos e isso ficou mais de meio ano com problema, foi uma luta, abriram esse buraco mais de quatro vezes, daí a empresa terceirizada veio consertar e fez mal feito”, conta o morador em frente ao local, Moisés de Azeredo. A preocupação é com os veículos que trafegam em alta velocidade na rua. “Temos medo de que eles se desgovernem na elevação e batam em uma pessoa na calçada ou um carro estacionado”, comenta Azeredo.

O que diz a Corsan

A gestora da unidade da Corsan em Estrela, Silvani Inês Scheid, afirma que a autarquia trabalha com objetivo de qualificar seu atendimento no município e que não há um problema estrutural que determine a falta de água, apenas situações extraordinárias que causam um desabastecimento momentâneo. “Infelizmente podem ocorrer alguns problemas pontuais que geram isso. Podemos citar a falta de energia elétrica em algum ponto da cidade, o que acaba atingindo um de nossos poços de produção de água, e temos também os acidentes causados por terceiros que atingem a rede”, explica.

Sobre as obras realizadas, Silvani explica que a Corsan possui contrato com uma empresa para executar a repavimentação dos consertos realizados na rede de distribuição e que todo restauro possui uma garantia em caso de problemas. “Mas, para isso, orientamos que primeiramente os moradores devem se cientificar se o buraco é de responsabilidade da Corsan, pois não raras vezes recebemos demandas que não são de nossa responsabilidade. Em um segundo momento, devem dar ciência ao órgão sobre o problema por intermédio dos diversos canais de comunicação que a empresa dispõe”, destaca.

Investimentos

Sobre futuros investimentos, Silvani afirma que nos próximos dias deve iniciar uma obra de melhoria no abastecimento. “Ela irá ocorrer no poço localizado na Rua Júlio de Castilhos, ao lado do Parcão, que terá sua capacidade de produção aumentada com o objetivo de dar mais segurança ao sistema de abastecimento”, afirma. 


Leia Também

Estrela inicia mutirão de recuperação em estradas do interior

18/02/2019

Secretaria de Obras deu arrancada à maratona de melhorias por estradas municipais envolvendo até 13 localidades do interior

Deputado recebe demandas do Vale em assembleia da Amvat

18/02/2019

Entidade realizou no dia 15 de fevereiro a primeira assembleia geral do ano, em Estrela


Governo de Estrela implanta extensão do Cras no Nova Morada

18/02/2019

Unidade será inaugurada no dia 22 de fevereiro, em solenidade que ocorre às 9h

Municipalização avança na ERS-129

15/02/2019

Há uma pré-agenda com a Secretaria de Logística e Transportes do Estado dia 20