Jornal Nova Geração

investimento

Nutritec projeta obras de recuperação e modernização do Porto de Estrela

Ideia é garantir aos clientes uma prestação de serviço eficiente e dentro das necessidades e exigências do mercado

Publicado dia 8 de outubro de 2021
WhatsApp Image 2021-09-29 at 17.01.17

Desde junho, quando oficialmente a Nutritec assumiu os silos e armazéns do Porto de Estrela, diversos investimentos foram feitos para melhorar e ampliar o trabalho. O projeto de recuperação e modernização da estrutura portuária desenvolvido pela empresa é dividido em duas etapas e executado de forma gradativa. O intuito é garantir aos clientes uma prestação de serviço eficiente e dentro das necessidades e exigências do mercado. Nos primeiros meses de operação, R$ 9 milhões já foram investidos.

Inicialmente a empresa abriria 15 postos de trabalho no Porto de Estrela. Com três meses de atividade esse número já chega a 37. Conforme o presidente Evaneo Alcides Ziguer, o planejamento da Nutritec para o porto prevê investimentos diretos no curto prazo de R$ 4 milhões.

“Aproximadamente R$ 1 milhão é destinado para reformas das estruturas prediais e manutenção e recuperação das máquinas e equipamentos. Já R$ 3 milhões são relacionados a investimento de uma fracionadora de cereais, com intuito de disponibilizar ao mercado todo o portfólio de produtos da linha de grãos e farelos, no formato ensacado”, explica.

Outro investimento importante da empresa foi a compra de 10 caminhões que serão utilizados para as atividades da unidade portuária. Cerca de R$ 5 milhões foram necessários para a aquisição dos veículos que devem chegar na primeira quinzena de outubro e na primeira quinzena de novembro.

Etapas do projeto

A primeira etapa deve ser concluída ainda no mês de outubro e contempla os prédios administrativos, laboratório, refeitório, oficina e vestiários, que passam por uma reforma predial com obras na parte civil, elétrica, hidráulica e pintura. Além disso, inclui o projeto de interiores com alterações de layout e de todo o mobiliário. Para garantir a eficiência do sistema de recebimento na parte de manutenção de equipamentos, é feito uma revisão completa na mecânica e hidráulica de todos os maquinários, no setor de armazenagem e expedição.

Já no mês de outubro, se dará início a etapa dois do projeto que abrange as estruturas dos silos, moegas e armazém estático 1. “Faremos a lavagem, manutenção e pintura da área externa de todos os prédios e a substituição da iluminação interna e externa”, pontua o presidente.

Serviços de terceiros
Desde 1978 o Porto de Estrela era de responsabilidade da Companhia Estadual de Silos e Armazéns (Cesa). Municipalizada e com a extinção do órgão, a área foi assumida pela Nutritec, empresa que atua no segmento de suprimentos agropecuários, nutrição animal e logística.

Segundo Ziguer, a Nutritec administra e presta serviços de armazenagem de grãos para diversos clientes, além de utilizar parte da estrutura para armazenagem própria. “Quanto a prestação de serviços para outras empresas, é cobrado uma taxa para recebimento, armazenagem e expedição”, salienta.

Compartilhar conteúdo