Jornal Nova Geração

FAZENDA VILANOVA

Rosas da Fazenda valoriza mulheres diagnosticadas com câncer de mama

Projeto fotográfico faz parte das ações alusivas ao Outubro Rosa

Publicado dia 8 de outubro de 2021
081021_LARISSA SANTOS_QUADRO

Empoderar mulheres que tiveram ou ainda estão em tratamento contra o câncer de mama é o objetivo da 1ª Mostra Fotográfica Rosas da Fazenda. Durante o mês, quadros das sete mulheres fotografadas estarão em repartições públicas e no comércio local para incentivar a conscientização. Alusivo ao Outubro Rosa, o projeto busca divulgar a doença e promover troca de experiências e vivências.

Conforme a coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Fazenda Vilanova, Graciela de Azevedo, a mostra fotográfica busca acolher as mulheres que tiveram esse tipo de comorbidade. “Queremos mostrar que é possível vida após o diagnóstico. Quanto mais alertamos, mais prevenimos”, salienta.

Até o dia 10, as fotos devem ficar expostas na prefeitura. Em seguida, passará por pontos estratégicos do município com maior circulação de pessoas. Escolas municipais, Câmara de Vereadores, Posto de Saúde e o comércio fazem parte do roteiro que receberá a exposição.

Mulheres que tiveram câncer de mama foram fotografadas para a 1ª Mostra Rosas da Fazenda (Fotos: Larissa Santos)

Poder da fotografia

A maquiadora Diulia Klein ficou encarregada de maquiar as mulheres, enquanto a fotógrafa Angélica Fell fez os cliques. Segundo Angélica, durante o ensaio se pretendeu mostrar a história, personalidade e força de cada uma. “Pedi para que trouxessem algo que representasse essa trajetória. Algumas trouxeram porta-retratos da família, outras um símbolo de fé. É emocionante ouvir as histórias delas e retratar tudo isso”, conta.

A fotógrafa ressalta que a fotografia tem o poder de aumentar a autoestima e empoderar as pessoas. “Muitas nunca tinham sido fotografadas antes, então elas puderam experimentar isso. Eu mostrava as fotos e elas se emocionaram ao ver o resultado. É lindo, essas mulheres têm orgulho do caminho que percorreram”, afirma.

A fotógrafa Angélica e a maquiadora Diuli ficaram responsáveis por dar “vida” ao projeto

“Só precisamos nos cuidar”

A professora Clair da Costa, de 53 anos, recebeu o diagnóstico em dezembro de 2019 e, atualmente, segue acompanhamento médico. Clair é uma das Rosas da Fazenda e ficou lisonjeada em ser fotografada. “Isso fez com que nossa autoestima melhorasse mais e que a gente conscientizasse outras pessoas para que elas também tivessem esse cuidado”, pontua.
Para ela, a fé, o apoio das pessoas que ama e a medicina trazem a cura. “Às vezes as pessoas acham que quando chega um diagnóstico desses a gente não tem perspectiva de vida, mas tem sim. Só precisamos nos cuidar”, aponta.

Clair da Costa, de 53 anos, recebeu o diagnóstico em dezembro de 2019 e, atualmente, segue acompanhamento médico

Romper tabus

Na segunda-feira, 4, a 1ª Mostra Fotográfica Rosas das Fazenda foi lançada durante evento na prefeitura que reuniu servidores, usuários do Cras e autoridades. O prefeito Amarildo Luis da Silva, e a primeira dama Janete da Silva, fizeram a entrega dos quadros, junto com secretários municipais.

Conforme o prefeito, além de valorizar essas mulheres, o projeto quer romper os tabus em relação ao tratamento do câncer de mama. “Nós temos toda uma estrutura com assistente social, psicólogo e nutricionista que está à disposição delas. Ter câncer não significa morte, mas sim, vida. Basta querer, buscar e se tratar”, ressalta.

Compartilhar conteúdo