Jornal Nova Geração

CÂMARA DE ESTRELA

Vereadora propõe troca de veículos de tração animal por triciclos

Parlamentar anuncia, também, verba para castração dos animais do Canil Municipal

Publicado dia 8 de outubro de 2021
Vereadora sugere veículos de propulsão humana em Estrela (Foto: Carlos Eduardo Schneider)

A vereadora Tiane Cagliari (PV) propôs, na sessão dessa segunda-feira, dia 4, a proibição do uso de veículos de tração animal no perímetro urbano do município. Conforme a parlamentar, este tipo de tração é utilizado para carretos, fretes, serviços de carga e afins.

“A sugestão é que sejam utilizados veículos de propulsão humana, como triciclos. Será feito um estudo, via prefeitura, para verificar a viabilidade do projeto. Caso não haja a possibilidade de substituir as carroças por triciclos, entraremos com projeto para que os cavalos sejam inspecionados por veterinários, atestando a plena saúde do animal”, explica.

Além disso, Tiane anunciou verba recebida, para a castração de 150 animais. “Recebemos esta verba, que já está disponível na prefeitura. Serão 100 cães e 50 gatos, para os animais do Canil Municipal. Depois dessa demanda, será aberta a possibilidade de castração para os animais das pessoas de baixa renda. Além disso, teremos mais verba para castrações, vindas por meio da Secretária da Igualdade, Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social do RS, Regina Becker Fortunati.”

Vereadora sugere veículos de propulsão humana em Estrela (Foto: Carlos Eduardo Schneider)

Aprovada contratação de assessoria para eventos

Na ordem do dia, três projetos de lei foram aprovados por unanimidade. Do Executivo, abertura de crédito especial de R$ 17,5 mil, na Secretaria de Cultura Esporte e Lazer (Secel), para a contratação de uma consultoria em gestão empresarial para o gerenciamento dos eventos do município e criação do calendário de eventos homenagens e datas comemorativas no município.

De autoria do vereador Humberto Canigia Rerig (Republicanos), aprovada matéria que institui a campanha Móvel Solidário. A intenção é que, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, móveis usados sejam recolhidos, e, posteriormente, sejam doados, ou comercializados a preços acessíveis à população carente. Os móveis recolhidos deverão estar em boas condições de uso e conservação.

Compartilhar conteúdo