Jornal Nova Geração

decisão judicial

Vice-prefeita de Colinas assume a Secretaria de Obras

Após determinação da justiça, Odilo Antônio da Costa foi afastado de suas funções. Ele responde por atos de improbidade e assédio moral

Publicado dia 8 de outubro de 2021
081021_Dudu_viceColinas

Após o afastamento determinado pela justiça, do até então secretário de Obras de Colinas, Odilo Antônio da Costa, a vice-prefeita do município, Regina Sulzbach assume as funções da pasta. A decisão da saída foi tomada na última semana pela 2° Vara Judicial de Estrela, para que as investigações ocorram sem interferências.

Regina afirma que será um grande desafio assumir a secretaria de forma interina, pois as atividades eram exercidas com “muito trabalho”. “Nosso lema é trabalho e nós não poderíamos deixar nossos munícipes desassistidos”, ressalta.

Ela relata que as principais demandas da pasta são solicitações de acesso, terraplanagem e a busca por deixar o município limpo e que toda equipe continua empenhada em atender as demandas.

Questionada sobre a conduta do ex-secretário, a vice-prefeita se limitou a dizer que “o lema de Odilo era trabalho” e que não entraria em mais detalhes sobre o processo. Regina disse ainda que não percebia excessos por parte de

Odilo e que “ele é um computador ambulante porque guarda todos os pedidos”.
A titular da pasta ressaltou que a secretaria de Obras segue alinhada com o trabalho do ex-secretário. “Não temos todo o conhecimento que ele tem, ele vive isso. Eu tenho uma certa experiência em agricultura, mas a minha área é educação”, explica.

Entenda o caso

O MP recebeu denúncias de que os servidores sofriam assédio moral por parte de Odilo. O inquérito tramitou desde 2019 e apontou que havia exposição dos servidores da Secretaria de Obras, em razão do tratamento de Costa. Também fez parte das investigações, os serviços com a utilização de máquinas pesadas aos agricultores e produtores que não obedeciam ao regramento legal.

A denúncia foi feita pelo Ministério Público, a partir de um inquérito civil instaurado pelo promotor de Justiça da Comarca de Estrela, Daniel Cozza Bruno. A ação também se estende ao prefeito Sandro Herrmann, por eventual conivência. Conforme o promotor, a investigação do MP está concluída.
Procurado para falar sobre o assunto, o prefeito Sandro Hermann (PP) preferiu não se manifestar.

Compartilhar conteúdo